MP investiga Pai de santo denunciado por estupro de sete mulheres

A defesa nega as acusações e afirma que o homem é vítima de uma armação das vítimas.
O pai de santo Heraldo Lopes Guimarães, 56 anos, é suspeito de ter estuprado sete mulheres em São Paulo. Conhecido como Pai Guimarães de Ogum, ele foi denunciado pelo Ministério Público (MP) por estupro de vulnerável. O MP pede ainda a prisão preventiva do homem até o julgamento.
As mulheres disseram em depoimentos, que o pai de santo se aproveitava da função de sacerdote espiritual, exercendo domínio psicológico, deixando-as vulneráveis a ponto de se sentirem obrigadas a manter relações sexuais, achando que estivessem se relacionando com uma entidade incorporada e que o ato fizesse parte do processo de cura espiritual.

Deixar uma resposta