MONTENEGRO PODE TER TERCEIRO PREFEITO CASSADO EM QUATRO ANOS

O município gaúcho de Montenegro, no Rio Grande do Sul, vive uma rotina marcada por graves falhas na gestão dos seus prefeitos. De 2015 até hoje, já foram cassados dois prefeitos,e a Câmara de Vereadores encaminha processo de cassação do atual, Carlos Eduardo Muller,do PP, conhecido na cidade,como Kadu. Em 2015, a Câmara cassou Paulo Azeredo, acusado de ter construído uma ciclovia, desrespeitando normas do Plano Diretor. Em 2017, foi cassado Luiz Américo Alves Aldana (PSB) ,acusado de irregularidades em licitações. Agora, foi aberto processo de impeachment contra o prefeito Carlos Eduardo Müller , acusado de corrupção e irregularidades no contrato de recolhimento de lixo da cidade, envolvendo a empresa Komac Rental.

Deixar uma resposta