MANTIDO PAGAMENTO PELOS COFRES PÚBLICOS DAS DESPESAS DA VIAGEM PARA CANONIZAÇÃO DE IRMÃ DULCE.

A Advocacia-Geral da União (obteve decisão favorável da Justiça Federal do Distrito Federal que negou pedido de liminar para proibir a União de custear viagens de autoridades públicas a cerimônias de cunho religioso. A ação civil pública foi ajuizada pela Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea) e teve como motivação a participação de comitiva brasileira na cerimônia de canonização da Irmã Dulce, no Vaticano, realizada no dia 13 de outubro de 2019. Oa presidentes do Senado Davi Alcolumbre, da Câmara Rodrigo Maia e ao menos 20 parlamentares das duas Casas fizeram parte da caravana. Eles viajaram em avião da FAB (Força Aérea Brasileira) e tiveram direito a receber diárias, por estarem em missão oficial em um país estrangeiro.

Deixar uma resposta