Maia está Irritado: vai perder mordomia dos jatinhos da FAB.

Rodrigo Maia irritou-se várias vezes esta semana,e na quarta-feira, resolveu criticar mais uma vez o presidente Bolsonaro. Quem acompanha os bastidores de Brasília sabe a razão do desespero de Maia:

Desesperado, Maia caiu na realidade: pois ao deixar o comando da Câmara, onde tem travado projetos importantes do governo federal,volta a ser um deputado de pouco mais de 70 mil votos e perderá no inicio de 2021 o direito de requisitar jatinhos da FAB (Força Aérea Brasileira) para seus deslocamentos pelo país e exterior, e terá de voltar a usar voos comerciais, como todos os deputados. Ele já acumula 830 voos em jatinhos da FAB desde 2016.

São jatos da FAB que poderiam ser utilizados para o transporte de órgãos pra transplantes, mas que ficam à disposição de Rodrigo Maia.

É disparado o recordista desta mordomia em toda a historia do Brasil.
Antes da evolução da pandemia do covid-19, em março, Rodrigo Maia já havia realizado 34 voos em três meses, incluindo viagem a Paris com convidados. Tudo pago pelo orçamento da Força Aerea,ou por nós,  contribuintes.  Maia retomou a partir de junho o uso dos jatinhos da FAB.

Só no ano passado, Rodrigo Maia realizou 250 voos com jatinhos da FAB. Em 2018 foram 198, em 2017 totalizaram 211. Em 2016, foram 79.

Lobby para ser ministro

Através de aliados, o quase ex-presidente da Câmara já fez chegar ao presidente Jair Bolsonaro a disposição de ocupar um ministério no governo. O Ministério do Turismo, onde o ministro Marcelo Alvaro Antonio foi demitido ontem, seria uma opção.

Como ministro, Rodrigo Maia manteria o direito ao uso de jatinhos da FAB em seus deslocamentos.

Deixar uma resposta