LASIER QUER CONTINUAR A LUTA

O senador gaúcho relata à coluna: “Prezado Flavio. Fiz parte da comissão mista sobre a Lei Kandir há dois anos e aprofundamos o estudo sobre as causas do não-ressarcimento, principalmente pela falta de regulamentação da lei a partir de 2003. Foi um descuido do Parlamento, que não se justifica.

Mas não afasto a conveniência de continuar a luta, como está propondo a assembleia legislativa do estado e com o valioso esforço do senador Pedro Simon. Já comuniquei ao presidente da assembleia, Ernani Polo, que desejo me juntar a esse esforço.

O Rio Grande do Sul está no quarto lugar na lista de credores da Lei Kandir, atrás do Pará, Minas Gerais e Mato Grosso, mas sem luta jamais conseguiremos um ressarcimento por mínimo que seja.”

Deixar uma resposta