IRMÃO DE TOFFOLI JÁ FOI COLOCADO EM LIBERDADE

Foi amplamente noticiado que o ministro Antonio Saldanha Palheiro, do STJ, suspendeu a execução provisória de pena restritiva de direitos imposta ao ex-prefeito de Marília José Ticiano Dias Toffoli, irmão do presidente do STF, José Antonio Dias Toffoli, condenado em segunda instância pelo TRF3. O ex-prefeito foi acusado de desviar, ou aplicar indevidamente, rendas ou verbas públicas de R$ 28,7 milhões de contas vinculadas ao Fundo Municipal de Saúde e de contas vinculadas específicas da educação para contas gerais da prefeitura. Seu nome constaria da lista do antigo Coaf, agora solicitada pelo irmão,o ministro Dias Toffoli.

Deixar uma resposta