FALTA DE DECORO DE GILMAR MENDES

“(…) Tem-se mais uma vez evidenciado que, mesmo no plenário, o magistrado não se contém e reiteradamente insulta o autor e a força-tarefa da qual é coordenador. De ‘fetiche sexual’ a ‘organização criminosa de Curitiba’, a falta de decoro é uma constante. Lamentável.”

Deixar uma resposta