ESTÁ RUIM? PODE FICAR PIOR.

O secretário da Fazenda do Rio Grande do Sul Marco Aurélio Cardoso alertou na apresentação do Relatório Anual da Divida Estadual no final do ano passado, que como o Estado não cumpriu a promessa de não aumentar os gastos acima da inflação , por conta disso perdeu as condições de renegociação estabelecidas em 2016. Assim, “as parcelas da dívida podem subir de R$ 300 milhões mensais para R$ 900 milhões, além dos R$ 5 bilhões que já não pagou”.

Deixar uma resposta