Em Porto Alegre, restrições ao comércio trazem risco real de quebra de negócios

O decreto do prefeito de Porto Alegre que permite a retomada nesta terça-feira de diversas atividades profissionais e comerciais,mantém porem a restrição a diversos segmentos. Continuam proibidos de abrir os shopping centers e centros comerciais, Mercado Público, casas noturnas, pubs e boates, teatros, museus, centros culturais, bibliotecas, atividades presenciais de ensino, incluindo cursos de idiomas, esportes, culinária e similares. Setores que, persistindo a restrição por mais tempo,caminham rumo à quebra total.

Deixar uma resposta