Em Manaus centenas de pessoas fazem protesto contra fechamento do comércio

Comerciantes e trabalhadores foram às ruas exigindo direito de trabalhar.

Centenas de pessoas se reuniram em um protesto na manhã deste sábado (26/12), em Manaus, contra o fechamento dos serviços não essenciais no estado do Amazonas decretado hoje.

Novo decreto de fechamento do comércio gera protesto em Manaus | Imediato -  A informação na hora

Na manifestação, que gerou aglomeração intensa, eles entoaram o Hino nacional e frases de ordem como “queremos trabalhar” para que o comércio seja reaberto.

No decreto, publicado pelo governador Wilson Lima, fica determinado que shoppings, flutuantes, bares e estabelecimentos do comércio não essencial não poderão funcionar pelo período de 15 dias. Estão proibidas também reuniões comemorativas, inclusive na noite de réveillon, em espaços públicos, clubes e condomínios. Já academias, mercados, feiras, cartórios e oficinas mecânicas terão o funcionamento permitido.

Deixar uma resposta