China aprovou apenas a vacina da Sinopharm e inicia vacinação da população.

E agora?

China aprovou nesta quinta-feira (31) a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinopharm em parceria com o Instituto de Produtos Biológicos de Pequim para uso geral na população, de acordo com agências de notícias e descartou o uso da Coronavac no momento.

Segundo informações da Associated Press, o vice-ministro da Comissão Nacional de Saúde, Zeng Yixin, declarou que a vacina “será definitivamente de graça para o público”.

O sinal verde do governo chinês foi anunciado um dia após a Sinopharm informar que a taxa de eficácia do imunizante, baseada em análises preliminares da fase 3 de testesé de 79,34%. Ontem, a empresa disse que havia solicitado às autoridades da China a autorização para o uso da vacina.

Segundo entrevista do órgão oficial chines, a vacina CoronaVac, a comprada pelo governador João Dória, não está aprovada sequer na própria China.

A China aprovou a vacina contra vírus chinês desenvolvida pela farmacêutica estatal chinesa Sinopharm para uso do público em geral. Ela é a primeira que será distribuída sem limitações no país. O imunizante já tinha autorização de uso limitado.

Segundo a estatal chinesa, a vacina recebeu o aval desde quarta-feira dia 30. A informação foi divulgada em entrevista concedida na manhã de ontem.

Deixar uma resposta