Dória recusa vacina gratuita do Governo Federal, e vai centralizar vendas da vacina chinesa no Brasil. Negócio é bilionário.

A comercialização da vacina chinesa no Brasil, um negócio bilionário, será centralizado pelo governador João Doria.  Já existem oito governadores que não querem a vacina que o Governo Federal vai distribuir gratuitamente,e preferem pagar pela vacina chinesa que ainda não está liberada.

Ele anunciou ontem que já tem pronto o plano de vacinação para o Estado de São Paulo a partir de 25 de janeiro, e que poderá comercializar 4 milhões de doses serão para outras regiões do país. Segundo o governador paulista, oito Estados não querem esperar a vacina que será adquirida pelo Governo Federal, e já manifestaram interesse na compra direta da vacina chinesa.

O detalhe é que a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês em parceria com o Butantan ainda não está autorizada pela Anvisa, a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, que precisa atestar previamente a sua eficácia.

Deixar uma resposta