CONGRESSO NÃO TEVE OPORTUNIDADE DE VOTAR

O deputado gaúcho considera lamentável “que não tivemos a oportunidade de votar a MP da carteirinha estudantil e que os delinquentes juvenis ligados a partidos políticos e à UNE voltem a ter a chance de achacar os estudantes para emitirem um documento que é direito de todos. Vamos trabalhar no Congresso para aprová-la, agora, de outra forma, para garantir que em breve a emissão da carteirinha seja novamente via internet e sem achaque ao estudante!”

Deixar uma resposta