CONDENAÇÃO A MULTA, TIRA DIREITOS POLITICOS, DECIDE STF

O voto do ministro Edson Fachin seguindo a divergência de Alexandre de Moraes no Supremo, definiu por 2 a 1 pela suspensão dos direitos políticos de condenados por crimes que não têm pena de prisão.Antes, o relator, Marco Aurélio, derrotado, havia votado para manter o direito de votar e ser votado de quem é punido só com multa.

Deixar uma resposta