CARTA DE PRÓPRIO PUNHO

CARTA DE PRÓPRIO PUNHO

Em carta de próprio punho divulgada nas redes sociais, Meirelles diz que nunca aceitou a divisão do País. “Atendi ao convite de Lula e tenho orgulho de ter comandado o Banco Central e a economia no período mais próspero da história recente. Tenho orgulho de que meu trabalho naquele período possibilitou que tantas pessoas saíssem da pobreza rumo à classe média”, escreveu

Deixar uma resposta