BLOQUEIO DE CONTAS E ATRASO DE SALÁRIOS?

O governo já desconfiava,mas não acreditava que ocorresse o bloqueio das contas do Estado que ontem sequestraram R$ 157 milhões para pagamento de precatórios em decorrência de decisão judicial. Os recursos são oriundos de repasses federais como FPE (Fundo de Participação dos Estados), Simples Nacional e IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). O resultado prático: o cronograma de pagamento da folha dos servidores poderá ser prejudicado.

Deixar uma resposta