EXPECTATIVA COM O FGTS

Resultado de imagem para contas inativas fgts

O saque das contas inativas do FGTS, medida anunciada com impacto pelo presidente Michel Temer, e iniciado no último dia 10, é visto pela economia regional como possibilidade de leve incremento dos negócios. A maior expectativa é da área de serviços. Todo o saldo inativo do Fundo, soma R$ 41,4 bilhões no país. Dados do FGTS indicam que 94% dos cotistas têm saldo entre zero e R$ 3,5 mil.

COCA-COLA E AÇÕES AMBIENTAIS

Imagem relacionada

Repercussão positiva o movimento feito pelo gerente de Assuntos Corporativos da Coca-Cola Femsa Brasil, Rodrigo Simonato, na área socioambiental. Em conversa com o presidente da FIERGS, Heitor José Müller, na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, a empresa mostrou o interesse em “participar ativamente de programas de responsabilidade social e meio ambiente”. Para isso, entende Simonato, é importante a parceria da empresa com a entidade industrial gaúcha. “Existem grupos qualificados na FIERGS cuidando desses temas, queremos apoiar”, disse.

ANA AMÉLIA ADVERTE PARA FRAUDES NO CARTÃO REFORMA

Resultado de imagem para ana amélia lemos

A senadora gaúcha Ana Amélia está insistindo na necessidade de fiscalização e controle no repasse aos municípios dos recursos para o chamado Cartão Reforma. A senadora ouviu a subchefe adjunta de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil, Fabiana Rodopoulos, e o diretor executivo de Serviços de Governo da Caixa, Roberto Barroso, que explicou que os pagamentos serão repassados diretamente nas lojas de materiais de construção credenciadas, dificultando fraudes. A Caixa será a operadora do programa.

GOVERNO CONDENA GREVE QUE AFETA 900 MIL ESTUDANTES

Resultado de imagem para cpers

O governo do Estado reagiu ontem, criticando a decisão do Cpers,de dar início a uma greve dos professores da rede estadual, a partir do próximo dia 15. Segundo nota do governo, “a medida é inoportuna, visto que o ano letivo de 2017 se iniciou nesta segunda-feira (6) e a greve afetará diretamente a comunidade escolar, especialmente os mais de 900 mil estudantes.”

915 CURSOS SUPERIORES NA DEGOLA?

Resultado de imagem para ministerio da educação

O Ministério da Educação fez ontem uma revelação que está tirando o sono dos gestores de centenas de cursos superiores de todo o país,inclusive no Rio Grande do Sul: ao menos 917 cursos de ensino superior deverão sofrer medidas cautelares do Ministério para melhorar a qualidade de ensino, em virtude do baixa colocação no Conceito Preliminar de Curso uma avaliação conduzida pelo Inep, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. São considerados desempenhos insatisfatórios conceitos 1 e 2 no CPC, de uma escala que vai até 5, a nota mais alta. A boa notícia: Universidade Federal do Rio Grande do Sul figura como a segunda melhor universidade do País.

TEM R$ 21 MILHÕES? ENTÃO DÁ PARA COMPRAR APOIO DE PROS, PRB E PCDOB

alx_alexandrino_alencar_-6-_original

O ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar, conhecido dos gaúchos pela operação exitosa eu aqui realizou na articulação do processo de crescimento do braço da empresa no setor petroquímico, chocou aos ministros do Tribunal Superior Eleitoral ao revelar detalhes da conquista de apoios para a candidatura presidencial em 2014. Ele afirmou no depoimento prestado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que a Odebrecht ajudou o governo a comprar apoios no total de R$ 21 milhões, e pagou R$ 7 milhões para cada um desses três partidos: PROS, PRB e PCdoB, em um total de R$ 21 milhões.

PMDB PODE REELEGER IBSEN

Resultado de imagem para ibsen pinheiro

Para evitar um racha no partido o PMDB costura um acordo para reconduzir o deputado Ibsen Pinheiro para o comando estadual do partido. É o nome em torno do qual o consenso se mostra mais viável. Há um movimento forte propondo eleição direta para a escolha do novo presidente, mas a proposta deverá ser rechaçada pelos caciques do partido. A data de escolha do novo presidente está marcada para o dia 25 deste mês.

TEM NOVIDADES

10nov2016-da-esq-para-a-direita-bruno-araujo-rose-de-freitas-claudio-melo-e-jorge-tadeu-mudalen-em-nov2012-1481379318942_300x300.png

Em meio a tanta lambança, oi melhor mesmo é conferir direto na fonte: o empresário Claudio Melo Filho. No seu depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral, o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Claudio Melo Filho, foi bastante claro: recebeu do presidente Michel Temer durante um jantar no Palacio Jaburu,ao lado do empresário Marcelo Odebrecht, pedido de apoio financeiro para a campanha do PMDB. Seriam RS 10 milhões Destes recursos, R$ 4 milhões pedidos por Temer foram remetidos a Eliseu Padilha, que pediu para que fossem entregues no escritório do advogado José Yunes. Assim, a participação de Padilha no episódio, seria a de agir como representante de Temer. O restante (RS 6 milhões) foram remetidos diretamente ao candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaff Melo Filho esclareceu que Padilha atuou como preposto de Michel Temer.

A MÁGOA DO VICE

Delegado Federal José Francisco Mallmann - Reprodução Governo RS

Em entrevistas que vem concedendo imprensa,o vice-prefeito de Caxias do Sul esclareceu uma das razões da renúncia ao cargo. Estaria magoado diante da promessa não cumprida pelo prefeito Daniel Guerra (PRB), de entregar-lhe a área da segurança pública do município. Guerra preferiu convidar para o cargo o ex-secretário da Segurança Publica do Estado,e ex-superintendente da Polícia Federal, delegado federal, José Francisco Mallmann.

RETORNO DE PADILHA À CASA CIVIL SÓ DIA 13

IMG_1717

Aconselhado pelos médicos, o ministro licenciado da Casa Civil, Eliseu Padilha, decidiu respeitar a recomendação de cumprir rigorosamente o repouso necessário após uma severa cirurgia de retirada da próstata, realizada no ]hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Presente em Brasília, Padilha poderá gerir com o presidente Temer os efeitos dos novos movimentos do procurador Geral da República, Rodrigo Janot.

SINDICATO MÉDICO DE OLHO NAS CONTAS DO GOVERNO

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Marco Peixoto encaminhou ao relator das contas da gestão do governador José Ivo Sartori, o pedido feito ontem pelo presidente do Sindicato Médico do Estado, Paulo de Argolo, para averiguar se o governo vem cumprindo as determinações constitucionais a respeito da destinação de 12% da receita para a saúde pública. Em setembro de 2016, durante sessão que julgou as contas do primeiro ano de mandato do governador gaúcho, o Pleno do tribunal, acompanhando o relator do processo, conselheiro Estilac Xavier, determinou ao governo a apresentação de plano de ação de médio prazo, destinado à recuperação do orçamento da Saúde, possibilitando o cumprimento do mínimo constitucional para a área, sem a inclusão das chamadas despesas controversas.

MUDANÇAS O GOVERNO EM CAXIAS DO SUL

A renúncia encaminhada pelo vice-prefeito de Caxias do Sul, Ricardo Fabris de Abreu, do PRB, mesmo partido do prefeito Daniel Guerra, muda o organograma do poder no município. Com a renúncia do vice, o presidente da Câmara de Vereadores, Felipe Gremelmayer, do PMDB, passa a ser o segundo nome na lisa de sucessão, nas ausências do prefeito. Na Câmara, 18 dos 23 vereadores fazem oposição ao prefeito.

GOVERNO ACABA COM MI-MI-MI DA LEI KANDIR: “ESQUEÇAM COMPENSAÇÃO DE PERDAS DO PASSADO”

Resultado de imagem para fernando pimentel

Depois que o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) voltou a afirmar eu o seu estado teria direito a ressarcimentos de ao menos R$ 90 bilhões por conta de perdas supostamente não compensadas da Lei Kandir, valor suficiente para pagar toda a dívida mineira, em torno de R$ 88 bilhões, o governo federal se pronunciou especificamente sobre o tema.

“NÃO EXISTE COMPENSAÇÃO DO PASSADO”

Resultado de imagem para eduardo guardia

Escalado para responder a essa afirmativa, que vinha ganhando espaço na mídia nacional, e até empolgando outros governos com os mesmos benefícios da Lei Kandir, o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, pelo telefone, deu a versão da União, para o jornal Valor Econômico. Segundo ele, “não há encontro de contas a ser feito entre a União e o Estado de Minas Gerais. O Supremo Tribunal Federal deixou claro em dezembro, que as compensações relativas à Li Kandir no termos atuais,são válidas até a aprovação de uma nova lei. O tribunal definiu o prazo de um ano para que o Congresso aprove uma nova regra. Dessa forma, não há passivo neste tema. Não existe compensação de perdas do passado. Estamos seguros quanto a isso. O pleno do STF já se manifestou claramente sobre o assunto”.

CONTINUA O DEBATE COM A UNIÃO

Imagem relacionada

Esta semana,o governador José Ivo Sartori volta a Brasília para retomar o diálogo sobre a dívida do estado com a União. Assim como Rio de Janeiro e Minas Gerais, estados com negociações mais delicadas em razão do volume das dívidas, o Rio Grande do Sul tem encontrado dificuldades políticas pra aprovar o corte de gastos e a privatização de empresas, nos termos previstos pelo acordo com a União.

VALERÁ A “REGRA TEMER”?

Resultado de imagem para temer

O Congresso Nacional começa a semana com as atenções voltadas para a Procuradoria Geral da República, que poderá pedir ao STF, a investigação de parlamentares envolvidos na Lava Jato. Preventivamente, a maioria cita como exemplo a medida adotada pelo presidente Michel Temer, que definiu uma “linha de corte” e anunciou que só irá afastar ministros ou aliados do governo,caso virarem réus.

REINA SILÊNCIO

Resultado de imagem para PSD

No PSB e no governo Sartori, vem se tornando ensurdecedor o silêncio do aliado de primeira hora, Beto Albuquerque, em relação à redução do espaço do seu partido na gestão estadual. No PSB, a cobrança para que Beto fale é intensa. No governo,a torcida para que ele continue em silêncio,é ainda maior.

OTIMISMO NA EXPODIRETO

Otimismo é a marca da 18ª edição da Expodireto Cotrijal, feira internacional, que começa hoje em Não-Me-Toque, e segue até a sexta, dia 10. A abertura oficial terá a presença do ministro do Trabalho e Emprego, deputado federal Ronaldo Nogueira, e do governador do Estado, José Ivo Sartori. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, estará em Não-Me-Toque na quinta, dia 9.

ACORDO DA DIVIDA COM A UNIÃO A PERIGO

O rigor das contrapartidas apresentadas pelo governo federal para aceitar a renegociação da dívida dos estados, em especial o caso do Rio Grande do Sul, considerado de extrema gravidade,preocupa o governo gaúcho. A tutela da gestão do estado,mediante a criação de um grupo técnico com a participação de técnicos do governo federal, para monitorar a receita e despesa do estado durante o período de vigência da fase mais aguda do chamado Plano de Recuperação, vem sendo rejeitada pelo executivo. Este e outros termos, são considerados inaceitáveis pelo governo gaucho, que já admite, mesmo diante das dificuldades, trabalhar sem contar com a alternativa do acordo.

GREVE EM PROTESTO CONTRA O PONTO? SERÁ?

Uma notícia que provavelmente esteja equivocada: está suspenso até esta sexta-feira, o atendimento médico nas unidades básicas de saúde e no Centro Especializado de Saúde de Caxias do Sul. Atendendo determinação do sindicato da categoria, os médicos que atendem pelo SUS decidiram parar, em protesto contra a decisão da prefeitura de Caxias do Sul, que os obriga a bater o cartão-ponto desde a última quarta-feira.

CREDENCIAIS DO NOVO CHANCELER: MOTORISTA DE MARIGHELLA

 

Indicado pelo presidente Michel temer para o cargo de ministro das relações exteriores, o senador Aloysio Nunes Ferreira,do PSDB de São Paulo, tem uma trajetória política importante, iniciada no antigo MDB, depois de ser anistiado em 1979, pelos processos a que respondia, decorrentes do período em que participou da luta armada, como motorista e guarda-costas do terrorista Carlos Marighela.

OS NÚMEROS DA OPERAÇÃO VIAGEM SEGURA

Foi expressivo o resultado da  70ª edição da força-tarefa da Operação Viagem Segura de Carnaval: da meia-noite de sexta-feira (24) até meia-noite de quarta-feira, registrou 19.309 infrações de trânsito, recolheu 1.180 veículos ao depósito e reteve 546 carteiras de habilitação irregulares. Foram fiscalizados 65.643 veículos em todo o estado. A ação da Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM retirou das ruas 518 condutores alcoolizados, potenciais causadores de acidentes. Destes, 75 foram conduzidos a delegacias por crime de trânsito.

SUSEPE SE ANTECIPA AOS PROBLEMAS

 

O diretor da Escola dos Serviços Penitenciários, João Eduardo Quevedo Reymundi promoveu uma reunião com o presidente do DETRAN, Ildo Mario Szinvelski para encaminhar os procedimentos de habilitação de servidores da Susepe em carteira classe “D”. Reymundi considera essa medida, “uma necessidade latente na Susepe”. O projeto prevê habilitar 300 agentes Penitenciários de todas as regiões, onde ocorrerão as aulas e provas.

NA ASSEMBLÉIA, SOSSELA QUER UMA COMISSÃO PARA DISCUTIR CONCESSÕES DE RODOVIAS NO RS

Resultado de imagem para comissão alergs pedagios

A polêmica que envolve alguns pontos das concessões federais de rodovias no estado chega gora à Assembléia Legislativa. Ontem,o deputado Gilmar Sossella (PDT) informou à coluna, que formalizou um requerimento para criação de uma Comissão de Representação Externa para tratar das concessões federais no Estado. O documento foi entregue ao presidente da casa, deputado Adão Pretto (PT), durante a sessão plenária da tarde. Sossela, de cara, explica que, o que preocupa a todos, “é o trecho a ser licitado no Rio Grande do Sul, que prevê a concessão das BRs-101/290/386/448, que englobam 32 municípios gaúchos”.