AUDITORES DA RECEITA DEFENDEM INVESTIGAÇÃO DE MULHERES DOS MINISTROS GILMAR E TOFFOLI

O advogado Modesto Carvalhosa comenta que ” O Antagonista publicou hoje que “195 auditores da alta administração da Receita defenderam a fiscalização, suspensa por Alexandre de Moraes na semana passada, sobre 133 contribuintes, incluindo no grupo as mulheres de Gilmar Mendes e Dias Toffoli.” Ontem, 15 senadores decentes fizeram uma coletiva a imprensa exigindo que os 17 pedidos de impeachment contra os “garantistas da impunidade” própria e alheia sejam votados em plenário. A carta dos auditores é muito clara. Determinações manifestamente ilegais não podem e não devem ser cumpridas como é o caso da arbitrária decisão auto-protetiva de Alexandre de Moraes.

No universo de 800 mil contribuintes pesquisados, 133 sofreram cruzamento de informações da Receita. Pois ninguém pode estar acima da lei. As mulheres dos ministros são contribuintes como qualquer outro residente no país e estão passíveis de fiscalização por parte dos órgãos responsáveis.”

Deixar uma resposta