ANTE O SILÊNCIO DA FENAJ, OAB REPUDIA AGRESSÕES A JORNALISTAS

Brasília - O presidente da OAB, Cláudio Pacheco Prates Lamachia, durante coletiva fala sobre o senador Delcídio do Amaral (Valter Campanato/Agência Brasil)
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

 

 

Após o vergonhoso silêncio da Federação Nacional dos Jornalistas,e dos sindicatos dos jornalistas de todo o país, a Ordem dos Advogados do Brasil assumiu o protagonismo do tema,e emitiu ontem uma nota formal condenando os recentes atos de violência contra jornalistas. O presidente Claudio Lamachia em nota à coluna,foi categórico:

“Essa violência é uma agressão contra a sociedade. O jornalista exerce papel fundamental no Estado Democrático de Direito. A liberdade de expressão está resguardada pela Constituição Federal, deve ser respeitada e isso é indispensável para a consolidação do democrático regime de pluralidade de ideias e opiniões, além de permitir que a sociedade tenha acesso a informação qualificada e independente”, afirma Lamachia.

Deixar uma resposta