ALTERADA NOTA DE RISCO DE ANGOLA PARA LIBERAR EMPRÉSTIMO

Uma outra informação da audiência: dois deputados presentes no depoimento confirmaram que Palocci afirmou que a nota de risco da Angola foi rebaixada para permitir ao BNDES aumentar o volume de empréstimos que atendeu a obras da Odebrecht no país africano, e assim permitir que o PT recebesse mais dinheiro de propina. Palocci afirmou também que tratava de assuntos relativos ao banco diretamente com o ex-presidente da instituição Luciano Coutinho.

Deixar uma resposta