ACUSADO DE DESVIAR R$ 100 MILHÕES

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça recebeu denúncia por lavagem de dinheiro contra José Júlio de Miranda Coelho, ex-presidente do Tribunal de Contas do Amapá, ausado de ddsviar cerca de R$ 100 milhões do tribunal. Ele é alvo da Operação Mãos Limpas, registra.

A gravidade do caso está refletida no alcance da decisão do STJ. Como o conselheiro está afastado do cargo por outra decisão judicial, também foi proibido de entrar nas dependências do TCE e de manter contato com seus funcionários.

A acusação do Ministério Público Federal ao ex-presidente do TCE-AP aponta que ele elaborou um plano para desviar mais de R$ 100 milhões do tribunal.Deputados já admitem votar novas aliquotas dos PMs

Deixar uma resposta