ABANDONADO NO STF, TOFFOLI, O EX-ADVOGADO DO PT,MUDA SEU VOTO NA ÚLTIMA HORA.

ABANDONADO NO STF, TOFFOLI, O EX-ADVOGADO DO PT,MUDA SEU VOTO NA ÚLTIMA HORA.

Depois de perceber que nenhum ministro sério do STF, nem seus habituais cúmplices de estrepolias juridicas companharam seu voto esdrúxulo de criar obstáculos para a apuração pelo Banco Central através do antigo Coaf, de movimentações suspeitas de dinheiro, voto comemorado pelas principais organizações criminosas, o presidente do STF, o ex-advogado do Partido dos Trabalhadores Dias Toffoli decidiu mudar seu voto, para permitir que a Receita envie ao Ministério Público extratos bancários e declarações do imposto de renda sem prévia autorização judicial. Ficaram isolados no placar de 9 a 2, os dois ministros de idade avançada,e que devem deixar o STF nos próximos dois anos: Celso e Melo e Marco Aurélio Mello,primo do senador Fernando Collor de Mello.

A mudança foi feita no final da sessão de ontem quando o ministro havia ficado isolado no julgamento — ele exigia o aval da Justiça para o encaminhamento dos documentos.

Para evitar a derrota, ele resolveu aderir à maioria de 8 votos favoráveis ao repasse irrestrito de dados bancários e fiscais ao MP, inaugurada com o voto de Alexandre de Moraes.

O presidente do STF agiu de forma premeditada: com a mudança, Toffoli poderá continuar como redator do acórdão, que resume as teses a serem fixadas na semana que vem por deliberação dos ministros.

Deixar uma resposta