22/12/2016 Carrossel de Informações

Temer mantém protagonismo de Padilha

No tradicional café da manhã com os jornalistas, que ocorre anualmente em Brasília, o presidente Michel Temer, depois de anunciar os primeiros detalhes da mini reforma trabalhista, deu uma sinalização clara aos participantes do encontro: o ministro Eliseu Padilha está fortalecido na chefia da Casa civil da presidência da República. O recado foi direto para grupos políticos, de olho no cargo de Padilha, que nas últimas semanas fizeram chegar à imprensa os mais diversos disparates, no velho estilo do fogo amigo.

Pacote de Sartori será fatiado.

A dificuldade em votar todos os projetos do pacote de reforma do estado, apresentado à Assembleia Legislativa, levou a um entendimento para que as votações tenham uma parada. Serão então, retomadas sob a forma de convocação extraordinária.

PDT a reboque do PT?

Algumas lideranças da base governista na Assembleia Legislativa identificaram um fato curioso no comportamento da bancada do PDT,durante a votação até agora,do pacote de projetos do governo Sartori: os pedetistas seguem durante as sessões, o líder do Partido dos Trabalhadores,deputado Luiz Fernando Mainardi.

Estratégia equivocada?

A estratégia da oposição, de utilizar todos os espaços possíveis na tribuna,para atrasar a votação dos projetos do pacote do governador José Ivo Sartori,tem funcionado em apenas uma ponta: no atraso das votações. No entanto,o escore de vitórias da base do governo tem sido elevado.

Jardel sai,e governo ganha mais um voto.

A Assembleia Legislativa cassou ontem o mandato do ex-jogador do Grêmio,Mário Jardel,acusado de praticar diversos atos que teriam ferido o decoro parlamentar. Com a saída de Jardel,assume a sua cadeira o suplente Edu Oliveira,que já foi Secretário de Recursos Humanos do governo Sartori, e disputou o cargo de prefeito em Livramento nas ultimas eleições. Tarciso Flecha Negra, o primeiro suplente, preferiu continuar no mandato de vereador em Porto Alegre.

Modernizando a legislação trabalhista

O ministro Ronaldo Nogueira andou bem ontem ao explicar de forma clara,os objetivos da minirreforma trabalhista proposta pelo governo federal. Segundo Nogueira,alguns dos pontos principais preveem que as negociações coletivas passam a ter força de lei, e a expectativa é de que o aprimoramento da regulamentação do trabalho temporário e da jornada parcial vão gerar cinco milhões de empregos.

Deixar uma resposta