Se depender do STF, Lula vai ganhar ficha limpa e virar herói.

Um grupo de ministros do STF parece querer limpar a ficha de Lula,condenado por vários crimes,e à espera de outras condenações em primeiro e segundo graus.

Acendeu o sinal amarelo para um movimento silencioso dentro do STF – onde sete dos atuais ministros, que devem os cargos a Lula e Dilma, – passaram a defender um argumento político que poderá anular todos os processos de Lula e endeusá-lo perante a opinião pública. O sinal foi dado após a 2ª Turma do STF, com presença de apenas três dos seus cinco membros, decidir, por 2 votos a 1, retirar a delação do ex-ministro Antônio Palocci de uma ação que corre na Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No processo, o petista é acusado de receber R$ 12 milhões em propina da Odebrecht por meio de um terreno que seria destinado ao Instituto Lula. Cármen Lúcia e Celso de Mello, que também integram a Segunda Turma, faltaram a sessão, mesmo sendo virtual.

Saiba quem nomeou cada ministro  no STF

Há quem considere a atual a pior composição do Supremo Tribunal Federal de todos os tempos. Quem são, e quem nomeou os atuais ministros: Lula e Dilma nomearam os ministros Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Roberto Barroso, Edson Fachin, Luiz Fux e Rosa Weber. Gilmar Mendes foi nomeado por Fernando Henrique Cardoso, Celso de Mello por José Sarney e Marco Aurélio Mello, nomeado pelo seu primo Fernando Collor de Mello.