Rodrigo Lorenzoni elogia modelo de Distanciamento Social do RS.

Presidente do Democratas gaúcho, Rodrigo Lorenzoni comentou em Porto Alegre, que “é importante que hoje no estado, já dispomos de uma lei de liberdade econômica,que será extremamente útil para a superação deste momento de dificuldades”. O projeto de Lorenzoni,transformado em lei pelo governador Eduardo Leite, foca na redução da interferência do estado com base no empreendedorismo. simplificando os processos para quem deseja abrir uma empresa,e ampliando a capacidade de geração de emprego e renda. Esta ferramenta, segundo ele, “será importante para o governo, e para os atuais e futuros prefeitos e vereadores, nesta tarefa de recuperar a economia”.
Rodrigo Lorenzoni avalia que “estamos preocupados com esta crise, e neste momento, o decreto do governador criando o inédito modelo de Distanciamento Social, me parece ter atingido o adequado equilíbrio para darmos um passo a frente.” Ele destaca que o modelo criado pelo governo gaúcho, “reconhece as dificuldades de saúde, cria critérios objetivos de avaliação, e a partir disso libera mais, ou menos a economia com base nesses critérios. Então imaginamos que esse é um equilíbrio saudável no sentido de resguardar a saúde, porque economia também tem a ver com a saúde.”
Em relação ao processo eleitoral,o Democratas, explica Lorenzoni, “vem ampliando seu discurso solidário com a sociedade, mostrando seu projeto alinhado com os conceitos do partido, de propor uma máquina pública mais enxuta voltada a atender e prestar serviços.” Ele tem alertado que “a recuperação da economia vai se dar por longos meses e certamente isso vai nos fazer adentrar em 2021 nesse processo”.

Cientista brasileiro anuncia teste de anticorpos contra Covid-19 entre junho e setembro

Uma alternativa para combate o Covid-19 diferente das vacinas tradicionais vem sendo estudada. Com drogas já existentes mostrando eficácia baixa contra a Covid-19 e os testes clínicos de vacinas a mais de um ano de distância, uma “ponte” para ajudar a combater a pandemia é a terapia de anticorpos, proteínas de ataque do sistema imune. Brasileiro, o cientista Michel Nussenzweig,  da Universidade Rockefeller, de Nova York, anunciou já ter material com potencial de uso e pretende começar a testá-los em humanos até o início de setembro.