BOLSONARO AFIRMA QUE “O ESTADO É LAICO,MAS O PRESIDENTE É CRISTÃO”

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse ontem, após participar da 27ª edição da Marcha Para Jesus, na capital paulista, que “abro mão da reeleição se o Brasil passar por uma séria reforma política. Agora se não tiver uma boa reforma política e o povo quiser, estamos aí para continuar mais quatro anos”. Bolsonaro falou … Ler maisBOLSONARO AFIRMA QUE “O ESTADO É LAICO,MAS O PRESIDENTE É CRISTÃO”

A CONCEPA DEIXOU SAUDADES NA GESTÃO DA FREE-WAY?

Os municípios que convivem com a CRR,nova concessionária da Free-Way , a BR-290 no trecho Porto Alegre-Osório no Rio erande do Sul sentem saudades da Concepa,a antiga concessionária. O comentário foi feito ao colunista pelo prefeito do municipio de Gravataí, Marco Alba (MDB). Para ele, “a Concepa buscava envolvimento com questões locais, apoiando iniciativas dos … Ler maisA CONCEPA DEIXOU SAUDADES NA GESTÃO DA FREE-WAY?

ESTADO QUER LANÇAR CONCESSÃO DA RSC 287 AINDA EM 2019

O recente pacote de investimentos em estradas, com recursos disponibilizados pelo Estado do Rio rande do Sul e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social lançado pelo governador Eduardo Leite,vai dedicar uma atenção especial à região central do estado, através da concessão para a revitalização da RSC 287. O comentário foi feito à coluna … Ler maisESTADO QUER LANÇAR CONCESSÃO DA RSC 287 AINDA EM 2019

JUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE

A judicialização da saúde, provocada por pessoas que buscam na Justiça fugir da fila por um tratamento urgente, tornou-se um pesadelo nos orçamentos dos municipios. Coordenadora do comitê de Saúde, a juiza corregedora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Rosana Broglio Garbin revela que “no último levantamento,realizado no inicio do ano, o … Ler maisJUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE

CUSTOS PARA O ESTADO

No Estado, a Secretaria da Saúde informa que existem hoje no Rio Grande do Sul, mais de 65 mil pacientes atendidos por ordem judicial,apenas na área de medicamentos,além de outros 6 mil ,com pleitos deferidos em outras áreas. Apenas em medicamentos, o estado gastou em 2018, R$ 436 milhões, valores não previstos no orçamento.