AUMENTAM ATAQUES À IMAGEM DE BOLSONARO

Atento aos movimentos dos opositores, tanto na área política, quanto em corporações financeiras e sindicais, o grupo de coordenação mais próximo do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) aumentou a atenção aos ataques à sua imagem. Nos últimos dias, Bolsonaro tem se resguardado de declarações mais polêmicas, enquanto é avaliado todo o cenário de ataques que vem recebendo, na grande mídia, e em especial nas redes sociais. O diagnóstico é de que estes ataques só tendem a aumentar.

NO SENADO, MECANISMO PARA ALAVANCAR ECONOMIA DO RS

A notícia foi trazida à coluna pelo senador Lasier Martins (PSD): a Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado aprovou ontem o projeto de sua autoria, que autoriza o Poder Executivo a criar a Região Integrada de Desenvolvimento da Metade Sul do Rio Grande do Sul e instituir o Programa Especial de Desenvolvimento da Metade Sul do Rio Grande do Sul.  Essa decisão dá ao governo federal (e também ao estadual e municípios da sub-região) as condições legais para dar incentivos, inclusive fiscais, para as ações e projetos de desenvolvimento social e econômico nesta região marcada pela desigualdade.

DESFECHO PARA A GREVE DOS CAMINHONEIROS

Relator da comissão mista – Câmara e Senado – que analisará a medida provisória da Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas deputado Osmar Terra (MDB) resume a sua intenção:

– Vou fazer um relatório que favoreça o transporte rodoviário no Brasil e permita ao caminhoneiro viver do seu trabalho, porque hoje ele não consegue mais, principalmente o autônomo, o elo fraco desta cadeia.

PPS VAI MESMO DEIXAR GOVERNO SARTORI

A decisão do PPS, de apoiar a candidatura do ex-prefeito Eduardo Leite (PSDB) ao governo não foi consenso. Há um grupo expressivo no PPS, que entende que o partido deveria manter o apoio ao governador José Ivo Sartori.  Confirmado o apoio ao tucano, as primeiras baixas serão a saída de Paulo Odone da diretoria do Badesul, e de Flavio Presser da presidência da Corsan. Mas, todos os cargos de confiança do partido no governo serão colocados à disposição.

O RUMO DO PRB

Pelo mesmo motivo do PPS – atender as conveniências das bancadas estadual e federal – o PRB poderá tomar o mesmo rumo do PPS, e apoiar Eduardo Leite, do PSDB, com direito a coligação para a Câmara dos Deputados. Para a Assembleia Legislativa, o PRB quer disputar com lista pura. Atualmente, o PRB apoia o governador José Ivo Sartori.

PESQUISA VAI DEFINIR APOIO DO DEM PARA PRESIDENTE

Para reduzir a margem de erro, antes de decidir com que pré-candidato vai se coligar na disputa presidencial, o DEM encomendou uma pesquisa nacional ao Instituto GPP. O objetivo é aferir os potenciais de Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT) e Álvaro Dias (Podemos), as três opções na mesa.  Jair Bolsonaro (PSL) também está na lista, mas não é opção preferencial do DEM nacional. Apenas do Rio Grande do Sul, onde o presidente estadual Onyx Lorenzoni coordena a campanha de Bolsonaro.