CAIU APOIO AO MOVIMENTO DOS CAMINHONEIROS

A Torabit, ferramenta de monitoramento de redes sociais identificou uma redução no apoio da população à greve dos caminhoneiros. Foram analisados 361.807 posts entre as 12h de sexta-feira e as 10h de ontem. O levantamento mostra que o apoio explícito ao movimento caiu de 53,4% na primeira medição para 34,5%. Outros dados relevantes: os comentários positivos em posts também recuaram: de 52,2% para 45%. A quantidade de comentários negativos subiu de 10% para 19,5%.

POLICIA FEDERAL COMEÇA A PRENDER MANIFESTANTES

Depois de identificar que o que restou do movimento dos caminhoneiros foi um caldo de sindicalismo e militância de esquerda disposta a tirar um derradeiro proveito da crise, a Polícia Federal está iniciando operações em vários Estados para prender líderes dispersos da greve dos caminhoneiros que resistem ao fim das paralisações e mantêm os bloqueios. Identificado que a motivação para a permanência do protesto é política para desgastar o governo e insuflar o discurso dos que pregam intervenção militar , a Polícia Federal vai aplicar a lei nestas manifestações isoladas deslocadas do movimento dos caminhoneiros.