GENERAL MOURÃO MENCIONA “COVARDIA MORAL DO STF”

mourao

 

O general da reserva Antonio Hamilton Martins Mourão criticou neste final de semana nas redes sociais, a decisão do Supremo Tribunal Federal de garantir salvo-conduto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até o dia 4 de abril. Nas palavras do general Mourão: “Ao ver o STF, corte maior de nosso Brasil, sinto-me envergonhado pela falta de espírito público, pela covardia moral, pela linguagem empolada – destinada a enganar o homem comum -, pelas falsidades e, principalmente, por observar que uns merecem mais que outros ante os olhos daquele colegiado. Fica claro que os que possuem ‘pertences’ jamais cumprirão a pena que merecem por haver surrupiado o bem público. Fica o alerta de Soldado, cuidado com a cólera das legiões!!!!”.

EDITORIAL CRITICA “VASSALAGEM AO CHEFÃO PETISTA”

logotipo-2x

Em editorial,o Estadão faz um comentário crítico: “O Supremo Tribunal Federal apequenou-se perante Lula da Silva. Num espetáculo indigno de uma Corte cuja função é ser obstáculo aos excessos do poder, a maioria de seus ministros aceitou prestar vassalagem ao chefão petista. O Supremo, em sua atual composição, reafirmou assim sua vocação de cidadela dos poderosos com contas a acertar com a Justiça.”

RECADO DA SENADORA ANA AMÉLIA

Sessão especial em comemoração aos 50 anos de criação do estado do Acre. Em discurso na tribuna do plenário do Senado, senadora Ana Amélia (PP-RS).

Na convenção do Partido Progressista no sábado, a senadora Ana Amélia deixou o políticamente correto de lado, e falou com sinceridade:

– Quero parabenizar Bagé, Santa Maria, Passo Fundo, São Borja. Botaram a correr aquele povo que foi lá levando um condenado se queixando da democracia. Atirar ovo, levantar o relho, mostra onde estão os gaúchos.

CARISMA DE LULA,SÓ NO STF

dc6fdeaa580caacf26b5be2e45c17e82

Por onde tem passado, desde o Rio Grande do Sul,e agora em Santa Catarina, Lula e sua comitiva são alvos de crescente rejeição. Reprisando o que ocorreu em vários municípios gaúchos,a Câmara de Vereadores de Chapecó, por 18 x 3, repudiou a visita do réu condenado Lula da Silva. Pelo que se viu,só no STF o ex- presidente ainda mantém seu carisma.

MERVAL PEREIRA, EM O GLOBO:

170_header

Na próxima sessão, o Ministro Facchin vai encaminhar a votação do mérito do habeas corpus, e pretende apresentar uma premissa a seus colegas de STF que vai colocá-los em situação delicada. Se é que isso é possível. Como tem dito, para ele o mérito a ser julgado consiste em saber se a decisão da Turma do STJ representa abuso de poder, ou contém alguma ilegalidade. Só nesse caso, na opinião de Facchin, é possível acatar o habeas corpus.

O Blog de Flavio Pereira