SARTORI AINDA MANTÉM MISTÉRIO SOBRE CANDIDATURA

foto Sartori L Chaves

 

O governador José Ivo Sartori (MDB) evitou confirmar ontem na palestra realizada na Federasul, se irá concorrer à reeleição. Fêz isso para não prejudicar uma série de negociações que estão em andamento,como ´o caso da adesão aso Regime de Recuperação Fiscal,e que dependem de algumas negociações políticas. O tom do balanço preliminar da gestão,e a forma como apresentou a projeção do que ainda será feito até o final deste governo, sinalizam porém que o governador se encaminha para a candidatura à reeleição.

O PRÓXIMO GOVERNO COM OU SEM A ADESÃO AO RRF

 

download (2)

Num ponto,o governador tem razão: será extremamente ao futuro governo, gerir o estado sem que se faça agora a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal. Sem a adesão, será necessário aportar mensalmente cerca de R$ 350 milhões para amortização da dívida. Com o acordo, o estado terá uma carência que pode durar de 3 a 6 anos,tempo suficiente para retomar índices mais elevados de crescimento da economia. Outro ponto,será a manutenção ou não das aliquotas elevadas de ICMS.

O PROJETO QUE DEFINE MST E MTST COMO ORGANIZAÇÕES TERRORISTAS

3

Andou bem o deputado federal gaúcho  Jerônimo Goergen (PP) ao insistir na votação do seu projeto de lei que   classifica como atos terroristas ações violentas de movimentos  como o MST Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra nas invasões de propriedades rurais, ou o MTST,  Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto pela forma violenta como invadem propriedades.

O Blog de Flavio Pereira