ANA AMÉLIA QUER OUVIR RESPONSÁVEIS PELA MOSTRA COM CENAS DE PEDOFILIA

ana amelia

A senadora Ana Amélia (PP) informa à coluna: “apresentei  requerimento para que os responsáveis pela exposição no Museu de Arte Moderna de São Paulo, que gerou polêmica, venham  – no senado – à CPI dos Maus Tratos contra Crianças e Adolescentes no Senado. Também estou apresentando projeto de lei com o objetivo de definir classificação de idade mínima em mostras, exibições de arte e eventos culturais, assim como já existe pra TV, cinema e teatro, com o objetivo de proteger as crianças de casos de pedofilia, pornografia e abuso!”

PLEBISCITO-TESTE PARA DECIDIR SOBRE SEPARAÇÃO DO SUL

logo-plebisul

Um  plebiscito não oficial promovido pelo movimento “O Sul é Meu País”  neste sábado, pretende consultar moradores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná sobre a possibilidade de se separar do resto do Brasil. Denominado de Plebisul, terá urnas em locais públicos de cerca de 900 cidades dos três estados. Os participantes responderão  das 8h às 20h sim ou não à pergunta: “Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?”.

EM DEBATE, A ENERGIA DO MEIO RURAL

energia-2

A coluna recebe a informação do presidente da Comissão de Agricultura do legislativo gaúcho, Adolfo Brito: os deputados estão sendo convidados para a audiência da próxima terça-feira , em Brasília, quando o projeto de melhoria da qualidade da energia no meio rural será exposto para a Bancada Federal Gaúcha. No último dia 26, foi realizada reunião com deputados federais e senadores de Santa Catarina, articulada juntamente com o presidente da Comissão de Agricultura daquele estado, Natalino Lázare.

OS DOIS REFIS

refis

Depois de sancionar o Refis dos municípios, que parcela em até 200 meses os débitos previdenciários municipais,o presidente Michel Temer já sinalizou que apenas espera a definição do acordo com o Novo Refis da crise. Tão logo o Congresso se decida, o presidente sanciona a medida.

CONTRADIÇÃO PETISTA ?

download (1)

Depois de defender que a candidatura do presidente Lula seria legitimada pelo julgamento das urnas,a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hofmann – ela própria denunciada na operação Lava-Jato – se contradisse ontem na tribuna do Senado. Ao criticar a pesquisa do Instituto DataFolha,indicando que quase 60% dos brasileiros defendem que o ex-presidente Lula vá para a cadeia, a senadora disse que “não cabe ao povo fazer esse julgamento”.

O Blog de Flavio Pereira